terça-feira, 28 de julho de 2009

Como ser socialmente consciente

Para entender como podemos ser socialmente consciente conheça o comportamento dos scuppies.
Scuppies é uma palavra derivada da expressão socially conscius, upwardly-monile person, significa uma pessoa socialmente consciente apesar de seu status social elevado. A palavra scuppie foi criada por um executivo estadunidense chamado Chuck Failla para designar uma nova tendência, em alta, no comportamento dos estadunidenses, que preocupados com a preservação do planeta, se envolvem em causas ecológicas ou sociais, mas nem por isso abrem mão de usar roupas de grife, de viajar, ostentar um BlackBerry, um terno Armani. Conhecidos como os ecochiques ou ecomauricinhos, essa "tribo" se preocupa em consumir alimentos orgânicos, sem agrotóxicos, controlar o consumo, apoiar projetos sociais; estão sempre preocupados com um mundo melhor para as futuras gerações.

Nos anos 60 os jovens que participaram do movimento de contracultura eram chamados de hippies, eram amantes da natureza, da alimentação vegetariana e a favor da paz. Nos anos 80 surgiram os yuppies, jovens profissionais do mercado financeiro, bem sucedidos que andavam na crista da moda, mas não eram empenhados em nenhuma causa; eram os chamados "Mauricinhos".

Os scuppies, assim como os "Decroissants" (na França), são os neo-hippies, ambientalistas convictos, que apesar do seu padrão de vida alto, adotam um estilo de vida ecologicamente correto.



Vivemos uma era em que o aquecimento global e a escassez de recursos naturais exige de todos os habitantes do planeta, independente de sua condição social, mais responsabilidade no consumo. O ecologicamente correto é uma necessidade urgente. No Brasil a população está longe de um engajamento nesse sentido. É preciso que o governo brasileiro, os chefões das comunicações, empresas e as escolas, se empenhem em campanhas de esclarecimento.
As nossas atitudes de hoje terão reflexos no futuro do nosso planeta.



São atitudes de um scuppie:

- o gosto e o respeito pela natureza.
- consumo qualitativo e não quantativo.
- uso de energia solar.
- consumo de alimentos orgânicos e sem agrotóxicos.
- lap tops e aparelhos eletrônicos de baixo consumo de energia.
- Reaproveitamento da água da chuva.
- o não uso de sacolas plásticas e descartáveis.
- consumo de roupas e acessórios ecológicamente corretos...

Veja como se tornar uma pessoa socialmente consciente, acesse o Guia do Consumo Consciente

Leia mais em:
- Decroissants, scuppies e o desafio do consumo consciente no Brasil

2 comentários:

lugirão disse...

Beth, tenho pavor de lagartas, essa imagem para mim é pavorosa, rs.

É preciso ter consciência que nossas ações farão toda a diferença.

Também falo de meio ambiente no meu próximo post.

Beijos

Renata Fontanetto. disse...

O que mais me deixa triste são as pessoas que DIZEM ser ecologicamente corretas para se mostrar, aumentar popularidade, porque acha "legal".

Mas, como sou filha de Deus, prefiro acreditar na boa índole das pessoas. Ainda.

Abraços Beth :)